Descubra mudanças alimentares que vão melhorar sua relação com o colesterol

Descubra mudanças alimentares que vão melhorar sua relação com o colesterol

Possuímos o “bom” e o “mau” colesterol, sendo o HDL o bom colesterol e o LDL o mau colesterol. O LDL é o que, quando elevado, contribui para a formação de placas feitas de gordura que podem entupir as artérias.
Nosso organismo produz esses dois tipos de colesterol, mas os seus níveis em nosso corpo também podem oscilar (diminuir e aumentar) conforme nossos hábitos, principalmente através de nossa alimentação e nosso metabolismo.
O LDL, que é o colesterol “ruim”, para a maioria das pessoas deve estar abaixo de 130 mg/dL. Acima disso, é considerado alto. Mas em alguns casos específicos esse número deve ser menor, principalmente se a pessoa pessoa já teve um problema cardiovascular no passado ou se tem algum outro fator de risco, como ser fumante, estar acima do peso ou não praticar exercício físico. Somente o médico deve avaliar os valores ideais para então recomendar um maior controle desse colesterol
A fim de diminuir o colesterol ruim, o paciente deve incorporar mudanças em sua alimentação e hábitos.
Sua dieta deve restringir o consumo de gorduras, especialmente as saturadas e trans e reduzir também os açúcares.
Além disso, é importante também incluir e aumentar o consumo de frutas, vegetais e alimentos integrais, pois eles ajudam a controlar os níveis de colesterol no sangue ao diminuir a sua absorção a nível intestinal devido às fibras que possuem.

Os alimentos que devem ser priorizados em uma alimentação que tem por objetivo diminuir os níveis de colesterol são:

Alimentos ricos em fibras,como aveia, pão, arroz, macarrão e farinhas integrais. Também farinha de alfarroba, de amêndoas e de trigo sarraceno.
Frutas e vegetais.
Leguminosas, como feijão, grão de bico, lentilhas e soja.
Oleaginosas, como nozes, amêndoas, castanha do Pará e amendoim.
Leite de derivados DESNATADOS, queijo branco e iogurte natural.
Carnes brancas como frango, peixe e peru.
Também é ideal que o preparo dos alimentos seja feito, sempre que possível, ao vapor ou assados, evitando-se frituras.

Alimentos que devem ser evitados para manter o colesterol em nível ideal:

Temperos e molhos prontos: dê preferência a temperos naturais como alecrim, orégano, coentro ou salsa.
Embutidos como salsichas, chouriço, bacon, salame e presunto;
Carnes vermelhas ricas em gordura;
Leite integral, iogurte com açúcar, manteiga e margarina;
Queijos amarelos e cream cheese;
Molhos tipo ketchup, maionese, barbecue e outros do gênero;
Óleos e frituras em geral;
Comidas processadas ou congeladas e do tipo fast-food;
Bebidas alcoólicas.
Além de baixar os níveis de LDL, a alimentação do paciente deve ter como foco também aumentar os níveis de HDL ( o colesterol “bom”), pois ele atua recolhendo o colesterol ruim antes de ser depositado nos vasos sanguíneos, prevenindo a formação de placas de gordura na parede das artérias. Para isso, a dieta deve priorizar:

Azeite extravirgem;

Peixes de água profunda (como sardinha e bacalhau);
Abacate (fonte de gordura boa);
Sementes;
Oleaginosas (castanhas).
Assim como mudanças na alimentação, também é necessário adquirir práticas regulares de exercícios aeróbicos. Em alguns casos, pode ser necessário também aliar essas mudanças a remédios para controlar o colesterol. Por isso, consulte sempre um especialista antes de iniciar o tratamento.

Artigos mais recentes
Assine a Nutroendo News
Onde estamos

Bom Jesus do Itabapoana

Rua Ten. José Teixeira, 488

Centro | Bom Jesus do Itabapoana

Rio de Janeiro | CEP: 28360-000

AGENDE UMA CONSULTA