Ganho de peso na menopausa: por que isso ocorre?

Ganho de peso na menopausa: por que isso ocorre?

A menopausa traz consigo uma série de sintomas incômodos que impactam no corpo e no bem estar da mulher. Um dos mais observados pelas pacientes é o ganho de peso.
Mas você sabe por que isso ocorre?
A principal causa é a baixa nos níveis de estrogênio. Na menopausa, os ovários param de produzir dois hormônios importantes para o organismo: estrogênio e progesterona.
A queda drástica no estrogênio pode aumentar o apetite, diminuir o gasto energético e deixar o metabolismo mais lento. Além disso, na menopausa há uma maior predisposição de acúmulo de gordura no abdômen.
Isso acontece porque o estrogênio é o hormônio que atua no organismo estimulando a gordura adquirida a se localizar no abdômen. Por isso, na falta dele, que ocorre na menopausa, a gordura, em vez de nos quadris, acaba se acumulando no abdômen. Isso provoca uma transformação no formato do corpo da mulher.
De certa forma, o organismo feminino entende que, para compensar o desequilíbrio hormonal, é necessário produzir mais tecido adiposo (gordura).
Estima-se que as mulheres podem ganhar média de 2 a 7 quilos na menopausa, sendo que o principal tipo de gordura que se adquire é a gordura visceral, aquela que se acumula entre os órgãos e é a mais perigosa para saúde, aumentando o risco para outras doenças como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e metabólicas.

Menopausa + idade

Para compreender o ganho de peso que ocorre nessa fase, precisamos lembrar que o período em que ocorre a menopausa também é um período considerado como uma transição de envelhecimento. O ganho de peso nessa fase também está muito relacionado à idade.
Com a chegada da idade, é natural que haja uma diminuição de massa muscular. E como esse é um dos fatores que interfere na velocidade do metabolismo, ele também fica mais lento e se torna mais difícil queimar calorias. Mesmo que a pessoa não aumente seu consumo de calorias, o gasto calórico será menor. Principalmente se ela não pratica exercícios físicos.

Resistência à insulina

Como o estrogênio é um hormônio sensibilizador de insulina (ou seja, melhora a ação da insulina no metabolismo de carboidratos), sua queda no organismo também pode aumentar a resistência à insulina e, consequentemente, os níveis de glicose no sangue.

Menopausa: Sono

Apesar de significar pouco no ganho de peso quando comparado às oscilações hormonais características dessa fase, o sono é outro fator que pode contribuir para que a mulher engorde na menopausa.
A insônia e má qualidade do sono, que são comuns na menopausa, estão associadas à desregulação dos hormônios que controlam a fome e por isso aumentam os riscos de engordar.
Por todos esses motivos é que a menopausa exige uma atenção especial por parte da mulher. Isso inclui a prática de exercícios regulares, uma dieta balanceada e o acompanhamento com um médico que possa auxiliá-la para uma reposição hormonal adequada, que vai evitar o surgimento desses sintomas adversos como o ganho de peso.

Artigos mais recentes
Assine a Nutroendo News
Onde estamos

Bom Jesus do Itabapoana

Rua Ten. José Teixeira, 488

Centro | Bom Jesus do Itabapoana

Rio de Janeiro | CEP: 28360-000

AGENDE UMA CONSULTA

Abrir Chat
Olá. posso ajudar?
Olá,
Posso ajudar?