Triglicérides alto: como tratar?

Triglicérides

Em outros textos já tive a oportunidade de explicar o que são triglicérides e como esse lipídio em altos níveis pode se acumular no tecido adiposo (gordura) e na parede das artérias. Isso aumenta o risco de diversas doenças como as coronarianas e outras como a pancreatite (inflamação do pâncreas e gordura no fígado (esteatose hepática).

Essa condição, na qual os níveis de triglicérides sobem ao ponto de significar um risco para a saúde é chamada de trigliceridemia alta ou hipertrigliceridemia

Então, qual é o melhor tratamento?

Alimentação

Apesar de o nosso fígado ser o principal responsável pela produção do triglicérides que circula em nosso corpo, boa parte desse lipídio também é adquirida através da alimentação. Por isso, o tratamento para a hipertrigliceridemia exige mudanças alimentares. A princípio podemos pensar que se tratam das mesmas medidas de redução do colesterol. Mas não. Enquanto o foco da dieta contra o colesterol é limitar o excesso de gordura, contra o triglicérides deve-se limitar principalmente carboidratos e açúcares, como:

pães;
bolachas;
manteiga;
frituras;
salgadinhos;
margarina;
queijos gordos;
refrigerante;
bacon; entre outros.
Além de evitar esses alimentos citados, quem busca baixar o triglicéride deve priorizar as fibras. E também:

dar preferência para alimentos integrais (arroz integral, pães e outras massas a base de farinha integral);

investir em legumes e verduras;

optar por leite desnatado em vez de integral;

apostar no consumo de ômega 3, como uma fonte de gordura boa que ajuda a baixar os níveis de triglicérides e preservar a saúde cardiovascular.

Exercícios físicos

Praticar atividade física de forma ideal e regular é essencial para controlar o triglicérides, especialmente por dois motivos:

A atividade física aumenta o nível de HDL no organismo (o colesterol bom), o que ajuda a diminuir os níveis e evitar o acúmulo de triglicérides.

Através da atividade física gastamos calorias e “queimamos” parte do açúcar e do carboidrato consumidos, evitando que eles se transformem em triglicérides.

Outras medidas efetivas no combate à trigliceridemia alta são:

perder peso, no caso de pessoas com obesidade ou sobrepeso;
diminuir o consumo de álcool;
evitar o cigarro.
Além disso, como triglicérides alto não apresenta sintomas em si, o seu tratamento consiste basicamente em evitar as doenças que o excesso desse lipídio acarreta (as cardiovasculares, principalmente). E para evitar essas doenças são necessárias outras medidas complementares, como:

controle de diabetes e colesterol;
Controle da hipertensão;
Realização de acompanhamento médico e exames regulares para avaliar todas essas condições e o risco cardiovascular do paciente;
Tratamento medicamentoso.
Pacientes com triglicerídeos acima de 200 mg/dL, além de mudanças no estilo de vida e alimentação, quase sempre necessitam de tratamento com remédios. Principalmente se apresentam também elevados níveis de colesterol.

Nesses casos o médico pode indicar o uso de estatinas, que apesar de terem mais efeito sobre o colesterol, também ajudam a diminuir o triglicérides.

Os medicamentos mais específicos para controle de triglicérides são fibratos (Genfibrozila ou Fenofibrato). Aliados a uma dieta balanceada e atividade física, esses medicamentos podem reduzir até 70% do excesso de triglicérides.

Pode-se também utilizar suplementos de ômega 3, que, como os alimentos fonte dessa gordura boa, ajudam na diminuição de triglicerídeos.

Artigos mais recentes
Assine a Nutroendo News
Onde estamos

Bom Jesus do Itabapoana

Rua Ten. José Teixeira, 488

Centro | Bom Jesus do Itabapoana

Rio de Janeiro | CEP: 28360-000

AGENDE UMA CONSULTA