Uma vida saudável previne o câncer de mama

câncer de mama

Quando falamos sobre a importância de ter bons hábitos e um estilo de vida saudável, muitas pessoas não levam a sério, ou acreditam que é apenas um exagero, mas a verdade é que cuidar da sua saúde através de hábitos simples pode prevenir doenças graves, como o câncer de mama.

Apesar de algumas mulheres herdarem um ou mais genes que as tornam mais propensas a ter esse tipo de câncer, esse fator hereditário apenas aumenta o risco de desenvolver a doença, mas não causa o câncer em si. O que causa são mudanças genéticas relacionadas a um processo cumulativo de um estilo de vida e hábitos que podem ser modificados.

Entres os fatores que aumentam o risco de câncer de mama e que podem ser mudados a partir de hábitos e estilo de vida estão:

  • Obesidade;
  • Tabagismo;
  • Excesso no consumo de bebida alcoólica;
  • Sedentarismo;
  • Ingestão desprotegida de hormônios;
  • Não amamentar;
  • Ganho de peso na menopausa;
  • Baixos níveis de vitamina D;
  • Alta exposição a poluentes e agrotóxicos.

Obesidade

A obesidade é uma doença que merece tratamento e atenção. O excesso de peso é um importante fator de risco para o desenvolvimento de câncer de mama, por conta do estado inflamatório crônico que causa ao organismo e pela resistência à insulina que pode provocar. Por isso, as mulheres que desejam prevenir o câncer de mama e outras doenças devem tratar o excesso de peso com especialistas. Especialmente após a menopausa, quando costuma ocorrer ganho de peso e também quando o câncer de mama costuma mais se manifestar.

Ingestão de hormônios

A ingestão de hormônio de forma desprotegida e sem orientação de um especialista pode desregular totalmente o organismo e colaborar para o desenvolvimento do câncer. Por isso, todo o tratamento hormonal deve ser antes avaliado com o médico, inclusive a reposição hormonal durante a menopausa, que deve ser indicada pelo endocrinologista conforme cada paciente.

Atividade física regular

A prática de exercícios físicos melhora o metabolismo de hormônios relacionados ao câncer de mama, além de também ser um importante aliado no tratamento para obesidade. Por isso, a prática de atividade física deve ser realizada regularmente a fim de manter a saúde em dia.

Álcool

O excesso de álcool provoca aumento na produção de alguns hormônios no organismo, o que colabora para formação de câncer nas mamas. Estima-se, portanto, que o risco de desenvolver câncer de mama aumenta proporcionalmente ao consumo de álcool. Por isso, o ideal é reduzir o consumo a menos de cinco doses por semana.

Vitamina D

Ter baixos níveis de vitamina D é perigoso, especialmente para mulheres na pré-menopausa. Pesquisas demonstram que um baixo nível de vitamina D no sangue aumenta em 3 vezes o risco de desenvolver câncer de mama, por isso deve-se buscar equilibrar o consumo de alimentos ricos nessa vitamina, além de garantir a exposição protegida ao sol. Nosso organismo consegue produzir vitamina D a partir da exposição à luz solar!

Além dessas medidas, garantir boas noites de sono que reparam nossas células, e evitar o cigarro e suas substâncias cancerígenas são bons hábitos de vida que irão preservar sua saúde. Para uma maior prevenção do câncer de mama, não se esqueça dos exames preventivos!

Artigos mais recentes
Assine a Nutroendo News
Onde estamos

Bom Jesus do Itabapoana

Rua Ten. José Teixeira, 488

Centro | Bom Jesus do Itabapoana

Rio de Janeiro | CEP: 28360-000

AGENDE UMA CONSULTA