Encontrar alimentos saudáveis ainda é difícil?

Alimentos saudáveis

Em outros textos já comentei sobre os Desertos Alimentares e como essa situação é problemática. De modo geral, podemos dizer que, apesar de o Ministério da Saúde indicar em seu Guia Alimentar para a População Brasileira que as pessoas prefiram sempre alimentos frescos e minimamente processados, muitas pessoas não conseguem ter acesso fácil a esses alimentos, devido às suas regiões e situações. Mas, afinal:

Por que o acesso a alimentos saudáveis ainda é tão difícil? São vários os motivos, podemos citar, por exemplo:

Condições ambientais: frutas, verduras e legumes, carnes e tudo o que vem do campo sofre com mudanças climáticas, como escassez, chuvas fortes ou frio intenso, tudo isso pode diminuir a oferta de alimentos naturais nos mercados e aumentar o seu custo.

Distribuição de alimentos: em cidades do interior, nem sempre tudo é produzido lá, o que é produzido muitas vezes é vendido e distribuído a outras cidades. E o que vem de cidades maiores sofre com limitações e preços de transportes. Dessa forma, não é sempre que se encontra nessas cidades alimentos frescos, em muitos casos os mercados só contam com frutas e alimentos frescos em dias específicos da semana.

Processamento: o processamento possibilita que sejam fabricados alimentos com alto índice calórico e hiperpalátaveis a partir de um baixo custo e com uma alta durabilidade. É o caso dos embutidos, como salsicha, por exemplo, feitos de matérias primas de subprodutos animais, que têm baixo custo de produção e boa durabilidade . Por isso esses alimentos são mais distribuídos e mais acessíveis, e em alguns casos até mesmo mais baratos.

Concentração do acesso a alimentos in natura: da mesma forma que os alimentos muitas vezes não estão disponíveis nas cidades do interior, eles também não estão disponíveis em todos os lugares nas cidades grandes. Geralmente só são vendidos em hortifrútis e supermercados nos centros, de forma que pessoas que moram em bairros afastados têm bastante dificuldade para ter acesso a esses alimentos in natura por um preço acessível. Ao contrário, os alimentos processados são vendidos em muitos lugares pois podem ser comercializados em estabelecimentos menores sem sofrerem muita oscilação de valor e sem perderem sua integridade.

O fato de as pessoas também passarem muito tempo no trabalho e no trajeto de casa para o trabalho também ressalta a dificuldade de deslocamento até os locais onde são vendidos produtos in natura.

Diferenças de processamento: 1 kg de batata inglesa, em muitos casos, tem o mesmo valor de um pacote de chips de batatas com apenas algumas gramas, mas esses chips são feitos com muito sal, muita gordura e muitas calorias, que os tornam super palatáveis e que criam uma sensação de saciedade instantânea muito maior do que batatas in natura. Além disso, o apelo publicitário dos pacotes de batatas chips não existe sobre as batatas in natura.

O que fazer para diminuir a dificuldade ao acesso a alimentos

Embora haja muitas dificuldades, ainda é necessário priorizar o consumo de alimentos naturais em nossas rotinas, pois comer apenas processados não é suficiente para nos nutrir e nem adequado para nos manter saudáveis. Por isso, além de sugestões como as que citei em outro texto, que inclui a adoção de hortas domésticas e o preparo de lanches, outras opções para melhorar o consumo de alimentos naturais são:

Procurar frutas da época: cada época do ano, dependendo da estação e condições climáticas, tem uma maior produção e oferta de frutas e determinados alimentos naturais. Procure se informar sobre a safra, assim saberá quais alimentos estão mais fáceis e baratos de serem encontrados.

Compre alimentos com uma durabilidade maior e busque formas de conservá-los por mais tempo: Por exemplo, dê preferência a bananas não tão maduras, que possam durar mais tempo em sua casa. E armazene corretamente os legumes e frutas para que durem mais, de forma que você não precise retornar tão cedo ao hortifrúti.

Evite o desperdício: há muitos legumes cujo caule pode ser consumido. Da mesma forma, as laranjas por exemplo, rendem muito mais quando têm seu bagaço consumido em vez de só o suco. Aproveitar o máximo os alimentos naturais e evitar o desperdício também é uma forma de garantir alimentos in natura por mais tempo em sua casa e consequentemente uma alimentação mais saudável.

São muitas as doenças que podem ser causadas por uma falta de nutrição e alimentação rica em gorduras, por isso, busque se alimentar corretamente e em caso de dificuldades, procure um especialista.

Artigos mais recentes
Assine a Nutroendo News
Onde estamos

Bom Jesus do Itabapoana

Rua Ten. José Teixeira, 488

Centro | Bom Jesus do Itabapoana

Rio de Janeiro | CEP: 28360-000

AGENDE UMA CONSULTA