Eu preciso evitar um ambiente obesogênico?

obesogênico

Os fatores que levam uma pessoa a desenvolver obesidade são inúmeros. Em muitos casos, inclusive, a pessoa não engorda devido a uma única razão.

Mas, além de motivos de saúde, genéticos e emocionais, algo que pode influenciar muito em nosso peso é também o ambiente no qual nós estamos.

Um dos grandes vilões nesse sentido, para quem busca manter um peso saudável, é o que chamamos de ambiente obesogênico.

O que é um ambiente obesogênico?
Apesar de parecer um termo médico distante, um ambiente obesogênico é, na verdade, uma realidade muito comum atualmente, principalmente para quem vive em grandes centros urbanos.

Um ambiente obesogênico são lugares que você frequenta que te induzem a ter hábitos pouco saudáveis como:

  • Ser sedentário;
  • Consumir muitos alimentos industrializados e prontos (lanches, comidas congeladas, etc.);
  • Comer muita gordura e açúcar;

Se você frequenta um ambiente de trabalho/escola ou até mesmo em casa, no qual não consegue ou não tem tempo para preparar suas refeições, tem a possibilidade de pedir tudo pronto, vê muitas pessoas comendo comidas de pacotes, biscoitos, salgados, etc., esse é um ambiente obseogênico. Assim como lugares onde você está o tempo todo em contato com propagandas de comidas, seja de forma visual, ou através das pessoas ao seu redor.

Nesse sentido, também vale citar aqueles ambientes onde a pessoa passa o dia todo sentada, não caminha e não compensa isso com uma rotina de exercícios físicos. Eles também acabam levando a um mau hábito, que é o sedentarismo.

Como podemos perceber, um ambiente obesogênico é algo que quase todo mundo frequenta. Como não podemos evitar esse tipo de exposição em locais compartilhados, como escola, trabalho, etc., o segredo é não deixar que nossa casa também seja um ambiente obesogênico.

Evitando um ambiente obesogênico

O primeiro passo para evitar um ambiente obesogênico em casa é identificar alguns padrões que podem estar tornando sua casa em um, como por exemplo:

  • Uma despensa recheada de bolachas, salgadinhos de pacote e outras coisas prontinhas que é só abrir e comer;
  • Uma despensa vazia de ingredientes necessários para preparar uma boa refeição (proteínas, legumes, frutas, verduras, carboidratos integrais, etc.). Tenha sempre uma fruteira cheia à vista;
  • Comidas espalhadas por outros lugares da casa (no quarto, por exemplo);

Estímulos visuais, como folhetinhos de lanchonetes bem na frente da geladeira, ou as propagandas de doces e comidas congeladas.

A disposição e armazenamento dos alimentos. Não adianta nada você comprar legumes se é para deixar dentro de sacos plásticos apodrecendo na geladeira, certo? Também não adianta comprá-los e deixá-los escondidos.

As pessoas ao redor também influenciam muito. Então, tentar evitar um ambiente obesogênico vendo as pessoas que moram com você pedindo lanches ou comendo coisas pouco saudáveis não ajuda. Na medida do possível, tente fazê-las evitar esses hábitos também.

Pode ser difícil fugir do padrão de hábitos de um ambiente obesogênico, principalmente se você foi criado em um. Mas com um pouco de esforço é possível. E necessário. Afinal, nossa casa deve ser um lar e não um lugar insalubre.

Artigos mais recentes
Assine a Nutroendo News
Onde estamos

Bom Jesus do Itabapoana

Rua Ten. José Teixeira, 488

Centro | Bom Jesus do Itabapoana

Rio de Janeiro | CEP: 28360-000

AGENDE UMA CONSULTA